terça-feira, 8 de abril de 2014

Situação dos reservatórios do Estado para 2015 é preocupante, diz Cogerh

açude
Dos 144 açudes monitorados pela Cogerh, 104 estão com volume abaixo de 30% da capacidade
Com uma quadra chuvosa abaixo da média, registrada até o mês de abril deste ano, e com uma possível ocorrência do fenômeno "El niño", segundo prevê a Fundação Cearense de Meteorologia e Recursos Hídricos (Funceme), a situação dos reservatórios do Estado de Ceará para o próximo ano é considerada preocupante pela Companhia de Gestão de Recursos Hídricos do Estado (Cogerh).
Dos 144 açudes monitorados pelo órgão, 104 apresentam volume abaixo de 30% da capacidade. Mas, a situação mais preocupante está relacionada aos reservatórios que apresentam volume abaixo de 5% da capacidade e que representam significativa importância no abastecimento dos municípios do qual fazem parte. 
"A possibilidade de seca em 2015, divulgada pela meteorologia, põe em risco a situação dos reservatórios responsáveis pelo abastecimento de sedes municipais. Por isso, estamos realizando um plano de ações para melhorar o abastecimento ainda esse ano", destaca o assistente da diretoria de operações da Cogerh, Gianni Lima.
A Funceme informou que através da análise de modelos atmosféricos dos oceanos, existe uma tendência à ocorrência do fenômeno "El niño" em 2015. O fenômeno altera a temperatura da superfície do oceano pacífico, acarretando a inibição de chuvas. A Fundação explica ainda que para que haja seca no Nordeste no próximo ano, outras alterações devem ocorrer no oceano pacífico juntamente com o "El niño".
Relatório da Cogerh apresenta apenas 1 açude sangrando e 3 com volume acima de 90%
No Ceará, 1 açude está sangrando e outros 3 apresentam volume acima de 90% de sua capacidade, mas não representam suma importância no abastecimento dos municípios do qual fazem parte, pois estes são abastecidos por outros açudes de maior porte na mesma região. 
O único reservatório mais expressivo que atingiu sua cota máxima em 2014 foi o Tijuquinha, em Baturité, na Bacia Metropolitana do Estado. Com capacidade de 0,97 hm³ e volume atual de 100% desde o dia 31 do mês de março deste ano, antes o açude apresentava volume de 88,41%. 
De acordo com o relatório mensal divulgado pela Cogerh, os açudes que estão perto de sangrar são a Barragem do Batalhão, em Crateús, na Bacia Sertões de Crateús, o Curral Velho, em Morada Nova, na Bacia de Banabuiúdo, e o Gavião, em Pacatuba, na Bacia Metropolitana do Estado.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os Comentários desse Site são de Total Responsabilidade do Visitante !
Seu comentário precisa ter relação com o assunto da matéria, caso contrario será excluído.