sábado, 7 de fevereiro de 2015

APENAS SEIS DEPUTADOS DO CEARÁ APOIAM ABERTURA DA CPI DA PETROBRÁS

Foi instalada na quinta-feira (05), na Câmara dos Deputados, a Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI), que vai investigar irregularidades e desvios da Petrobrás. Da bancada do Ceará, composta por 22 deputados somente seis apoiaram a abertura da investigação, entre eles: Moroni Torgan (DEM/CE), Moses Rodrigues (PPS/CE), André Figueiredo (PDT/CE), Danilo Forte (PMDB/CE), Genecias Noronha (SD/CE), Raimundo Gomes (PSDB/CE).
"Eu defendo a transparência, a moralidade e a lisura no trato com a coisa pública. Por isso apoiei a abertura da CPI da Petrobrás para que seja dada a continuidade às investigações, e que os culpados pelos desvios e prejuízos da empresa sejam devidamente punidos e que o erário seja ressarcido”, afirmou um dos deputados.
O requerimento de CPI foi subscrito por 186 deputados, dos partidos: PSDB, DEM, PPS, PSB, PDT, PR, PMDB, PSD, PP e Solidariedade.
A primeira Comissão Parlamentar Mista de Inquérito (CPMI) da Petrobrás, composta por deputados e senadores funcionou até dezembro de 2014, e era controlada pelo PT. A justificativa da abertura de uma nova CPI pela Câmara dos Deputados pela oposição é que o PT conduziu os trabalhos e não se aprofundou nas investigações para chegar aos nomes dos políticos que receberam propina do esquema liderado por Paulo Roberto Costa, ex-diretor da Petrobrás e pelo doleiro Alberto Youssef. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os Comentários desse Site são de Total Responsabilidade do Visitante !
Seu comentário precisa ter relação com o assunto da matéria, caso contrario será excluído.