terça-feira, 3 de fevereiro de 2015

HOMEM É JOGADO DE TORRE POR SER GAY, SOBREVIVE E É MORTO A PEDRADAS.


No mês passado, dois homens foram jogados ​​do alto de uma torre e dois outros foram crucificados na frente de uma multidão aos gritos, como parte de uma punição por ser gay.

Fotos da execução de um homem sírio, que supostamente era homossexual, foram reveladas nesta terça-feira pelo Estado Islâmico e geraram bastante repercussão na Internet. O homem, que tinha por volta de 50 anos de idade, foi atirado - com uma venda nos olhos - de um prédio de 7 andares por membros do Estado Islâmico, mas sobreviveu e, por isso, foi morto a pedradas à mando de terroristas por uma multidão que assistia à execução. As informações são do jornal britânico Daily Mail. 
A morte, confirmada pela ONG Observatório Sírio, aconteceu na cidade de Tal Abyad, em Ar-Raqqah, na Síria. Camocim Polícia Imagens do incidente mostram o homem sentado em uma cadeira branca, de plástico, enquanto tinha os olhos vendados.

De acordo com o Daily Mail, ele foi cercado por pelo menos dois militantes mascarados e vestidos com roupas do exército. O homem é, então, jogado do topo da torre.


Uma fotografia mostra o momento em que ele cai de cabeça no chão e um homem vestido com a roupa do exército e um rádio vai 'checar' a condição de vida do suposto homossexual. Uma fotografia aérea, em seguida, mostra a multidão que esperava a queda do homem na base do prédio formando um círculo em torno do homem ferido antes de arremessar pedras contra ele.


Acredita-se que o "juízo" foi lido em voz alta antes do homem ter sido jogado, condenando-o pela sua sexualidade e alegando que ele deveria ser jogado do ponto mais alto da cidade como punição.



Fonte: DN

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os Comentários desse Site são de Total Responsabilidade do Visitante !
Seu comentário precisa ter relação com o assunto da matéria, caso contrario será excluído.