sexta-feira, 13 de março de 2015

DEPOIS DO ASSALTO A UM PM, BANDIDO APARECE EM FOTO NAS REDES SOCIAIS COM A ARMA DO MILITAR E ACABA PRESO

Menos de 48 horas após um policial ser assaltado na BR-020, e ter roubada sua arma de fogo, a Polícia Militar deu uma resposta ao crime e prendeu toda a quadrilha na madrugada desta quarta-feira (11). Além de recuperar a pistola do PM, as autoridades apreenderam também um revólver de calibre 38, dezenas de tabletes de maconha, além de muita munição. Um jovem de 19 anos, tido como chefe do bando, chegou a postar nas redes sociais sua própria fotografia com a arma do policial militar.
A quadrilha foi capturada no bairro Parque Potira, no Município de Caucaia (Região Metropolitana de Fortaleza/RMF), depois de uma operação ininterrupta iniciada desde o dia do assalto, na noite de segunda-feira última. Em entrevista a uma emissora de TV local, o cabo PM (identidade preservada) chegou a chorar ao narrar os momentos de aflição, quando teve duas escopetas apontadas para seu rosto durante o assalto.

Ainda nas horas seguintes após o assalto, a PM localizou em uma favela daquela área duas escopetas de calibre 12, que teriam sido as armas usadas no crime. Na ocasião, dois adolescentes foram apreendidos. Hoje, o Serviço de Inteligência (S.I.) do 12º BPM (Caucaia), juntamente com patrulhas do Ronda do Quarteirão e do Policiamento Ostensivo Geral chegaram à residência onde estava escondido o restante da quadrilha.

Redes sociais

O bandido que comandava o grupo e apareceu nas redes sociais ostentando a arma do PM foi preso na operação. Trata-se de Francisco Lucas da Cruz Gonzaga, 19 anos. Junto com ele foram apreendidas duas garotas, uma delas de 16 anos, que está grávida; e outra de 14 anos, que também aparece nas fotos ao lado de Lucas, com o carregador da pistola do militar.
“Isso foi para provar que a Polícia Militar vai sempre dar a resposta e indivíduos como estes serão presos”, disse o tenente Bezerra, do 12º BPM, que comandou a operação junto com os agentes do Serviço Reservado daquela unidade.

Os acusados foram encaminhados à Delegacia Metropolitana de Caucaia (DMC). Lucas foi autuado em flagrante delito pelo delegado Aroldo Mendes. Ao ser interrogado, o bandido negou ter participado do assalto contra o PM, e alegou ter comprado a pistola por R$ 4 mil.


Fonte: Camocim 24 horas

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os Comentários desse Site são de Total Responsabilidade do Visitante !
Seu comentário precisa ter relação com o assunto da matéria, caso contrario será excluído.