quinta-feira, 5 de março de 2015

SECRETÁRIO NEGA BOATOS DE CRISE NA PASTA DE SEGURANÇA E PARABENIZA ESFORÇO DOS POLICIAIS.


"Não sou de fugir na primeira dificuldade que encontro", ressaltou Delci Teixeira.

Durante a coletiva para divulgar a queda no número de homicídios no Ceará, que foi de 13%, o secretário de Segurança Pública e Defesa Social  Delci Teixeira aproveitou para negar uma série de boatos em relação a pasta da Segurança e parabenizou o esforço dos praças e oficiais (PM) e da Polícia Civil, que segundo ele, se “desdobram” para conseguir a reduzir a criminalidade. A declaração foi realizada nesta quarta-feira (4), durante entrevista coletiva.
O primeiro rumor negado foi o de que Delci teria a intenção de deixar o cargo. O gestor ainda disse que todas as mudanças e trocas de comando na Secretária de Segurança foram ordenadas por ele. “Nunca houve tentativa de entregar cargo, mesmo porque não sou de fugir na primeira dificuldade que encontro. Não tem sentido um secretário colocar cargo a disposição, pois o cargo está sempre a  disposição. É um cargo de confiança do governador.
Eu tenho acompanhado o esforço dos policiais, dos praças e oficiais, da Polícia Civil com um efetivo reduzido se desdobrando e com isso conseguiram, eles conseguiram. Isso não é coisa do secretário, é coisa da Polícia do Ceará. Conseguiram uma redução razoável da criminalidade no mês de fevereiro, vamos salvar o trimestre e o semestre”, comemorou.

O gestor criticou o boato de que uma facção criminosa seria responsável pela diminuição da criminalidade do Ceará e caracterizou o rumor como um desserviço a população cearense. . “Chegou a circular que o PCC (Primeiro comando da Capital) teria vindo ao estado para impedir a criminalidade. Quem divulga esse tipo de notícia presta um tipo de desserviço a população. Mas, é algo que realmente chateia, pois se alguém queria atrapalhar o trabalho consegue. Nós perdemos mais tempo justificando coisas que não existem do que explicando o que está sendo feito. O que interessa é o que está sendo feito e não essas crises artificiais”, lamenta.


Delci ressaltou que o trabalho do governador Camilo Santana para resolver o problema das promoções da Polícia Militar e de equiparar os salários contribuiu para que os profissionais de segurança pública se empenhassem nos trabalhos relacionados à Segurança Pública.

Fonte: DN

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os Comentários desse Site são de Total Responsabilidade do Visitante !
Seu comentário precisa ter relação com o assunto da matéria, caso contrario será excluído.