terça-feira, 12 de maio de 2015

Imagens de pacientes atendidos no chão do IJF repercutem negativamente na mídia nacional

Imagens de pacientes atendidos no chão em corredores do Instituto Dr. José Frota em Fortaleza estão sendo divulgadas em portais nacionais, repercutindo negativamente a crise na saúde do Ceará, agravada na última semana com o pedido de demissão do secretário Carlile Lavor.

Reportagens publicadas na edição de hoje (12) da Folha de S. Paulo e do Diário do Nordeste retratam o caos em que vive o atendimento nas unidades da capital: no Hospital Geral de Fortaleza (HFG), faltam itens básicos como luvas, seringas e até clorexidina (para higienizar as mãos). Além disso, as cirurgias eletivas foram canceladas.

O Ministério da Saúde diz que, nos últimos quatro anos, repassou quase R$ 1,6 bilhão ao Governo do Ceará, além de R$ 179,4 milhões em 2015, para atendimentos, exames, internações e custeio.

A assessoria do Instituto Dr. José Frota diz que irá investigar a razão de pacientes serem atendidos no chão, mas afirma que eles 'ficarão poucos minutos nessa condição'.  O Governo do Ceará afirmou que os atendimentos aumentaram devido à chuva, quando há mais viroses.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os Comentários desse Site são de Total Responsabilidade do Visitante !
Seu comentário precisa ter relação com o assunto da matéria, caso contrario será excluído.