sexta-feira, 9 de outubro de 2015

INDÚSTRIA PRETENDE USAR LIXO NA FABRICAÇÃO DE CIMENTO EM SOBRAL

O Grupo Votorantim pode ser um dos principais consumidores dos produtos da usina de tratamento de lixo que vai ser construída em Sobral. Ontem, diretores do grupo participaram de reunião com o governador Camilo Santana e prefeitos membros do Consórcio Municipal para Destinação Final de Resíduos Sólidos (Comderes) para tratar da parceria público-privada (PPP).

Com um investimento aproximado de R$ 30 milhões, a Central de Tratamento de Resíduos (CTR), que será financiada pelo Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID), está prevista para entrar em operação em 2016. A ideia é que 75% dos resíduos que serão destinados para CTR pelo consórcio sejam transformados na fábrica da Votorantim, em Sobral, em combustível não poluente para produção de cimento. O projeto seria piloto para as demais plantas do grupo no país.

A empresa já tem uma experiência de substituição de parte do combustível fóssil queimado nos fornos com pneus usados. Este co-processamento reduz a quantidade de CO2 lançada à atmosfera e também contribui para uma melhor destinação do lixo gerado pelas cidades.

“É um processo que se adequa à Política Nacional de Resíduos Sólidos e a gente poderia utilizar este material na nossa fábrica, o que reduziria bastante o impacto social que hoje existe em todas as prefeituras do Brasil. É um projeto inovador, a Prefeitura de Sobral já demonstrou interesse em avançar isso de maneira bastante forte e nós estamos entrando como potenciais clientes da prefeitura para poder receber este material e utilizar no nosso processo produtivo”, afirmou o diretor técnico da Votorantim, Álvaro Lorenz.

O prefeito de Sobral, Clodoveu de Arruda, vice-presidente do Comderes, explica que o aterro de Sobral, que recebe em torno de 180 toneladas de resíduos sólidos do município por dia, vai passar a receber 350 toneladas diários de 14 municípios, com a nova CTR. A ideia é que 75% sejam vendidos para Votorantim, outros 20% destinados à reciclagem e 5% fique como rejeito.

O Comderes é formado pelos municípios de Sobral, Alcântaras, Cariré, Coreaú, Forquilha, Frecheirinha, Graça, Groaíras, Massapê, Meruoca, Moraújo, Mucambo, Pacujá, Santana do Acaraú e Senador Sá.

O POVO Online

0 comentários:

Postar um comentário

Os Comentários desse Site são de Total Responsabilidade do Visitante !
Seu comentário precisa ter relação com o assunto da matéria, caso contrario será excluído.