sexta-feira, 18 de dezembro de 2015

PREFEITO TENTA SUBORNAR VEREADORA POR VOTO NA CÂMARA MUNICIPAL EM NOVA RUSSAS

Nova Russas, localizada na microrregião do sertão de Crateús, distante 300 km de Fortaleza, foi palco de uma suposta tentativa de suborno cometido pelo prefeito municipal.
A cada 2 anos, as Câmaras Municipais elegem nova mesa diretora. Em Nova Russas, desde 2011, a eleição acontece anualmente.

Dos fatos
No dia 10 de dezembro de 2015, aconteceu a eleição da nova mesa diretora que irá dirigir os trabalhos da Câmara Municipal de Nova Russas para o ano de 2016.]Concorreram 2 chapas. Uma encabeçada pela vereadora Socorrinha Holanda (PDT), representando o grupo do prefeito Gonçalo Diogo (PDT) e a outra, tendo como candidato o vereador Sebastião Rosa (PROS), conhecido como Kapita, que faz parte do bloco de oposição na Câmara.

Em 2015, a Câmara de Nova Russas foi presidida pela vereadora Socorrinha Arrais (SD), que faz oposição ao prefeito Gonçalo Diogo. Neste mesmo ano, a Câmara Municipal afastou o prefeito Gonçalo Diogo, onde, através de uma liminar conseguiu voltar ao cargo.

O suborno
O prefeito Gonçalo Diogo (PDT) fez inúmeras tentativas de suborno aos vereadores de oposição, com a finalidade de desestabilizar o grupo, e assim conseguir um voto para eleger a sua candidata.

Em uma dessas tentativas, o prefeito Gonçalo Diogo (PDT) manteve contato com o esposo da vereadora Carla Loiola (PC do B), Evandro Paiva, onde, ofertou-lhe a quantia de R$ 100.000,00 (Cem Mil Reais), para que esta votasse em sua candidata.

O esposo da vereadora Carla Loiola (PC do B), concordou com o valor e marcou o local para receber a quantia, sendo concretizado no dia 9 de dezembro de 2015 a noite, véspera da eleição. Após receber a quantia, o esposo da vereadora Karla Loiola desligou o seu telefone celular, evitando assim receber ligações.

A eleição aconteceu às 16:00 hs do dia 10 de dezembro de 2015, e minutos antes do início da sessão, após confirmação da presença dos 13 vereadores, o esposo da vereadora Karla Loiola efetuou uma ligação para o prefeito Gonçalo Diogo, solicitando que enviasse o mesmo portador para receber de volta os R$ 100.000,00 (Cem Mil Reais), pois, não haveria venda de voto e de consciência de sua esposa, a vereadora Karla Loiola.

Surpreso com a atitude do esposo da vereadora Karla Loiola, o prefeito Gonçalo Diogo dobrou a proposta, ou seja, pagaria R$ 200.000,00 (Duzentos Mil Reais). Não concordando com a nova proposta, o esposo da vereadora explicou ao prefeito que todo aquele acerto foi planejado, para que o mesmo não subornasse outro vereador e tivesse a certeza da vitória de sua candidata.

Desesperado, o prefeito Gonçalo Diogo suplicou ao esposo da vereadora, para que aceitasse sua proposta, pois caso a oposição viesse a vencer a eleição na Câmara de Nova Russas, sua carreira política seria prejudicada.

Sem sucesso, o prefeito Gonçalo Diogo lamentou-se e questionou ao esposo da vereadora Karla Loiola, o porquê de não ter avisado pelo menos ao meio-dia, visto que, supostamente teria pago aproximadamente R$ 50.000,00 (Cinquenta Mil Reais) a um vereador da sua base, pois este, só votaria se recebesse esta quantia.
O vereador Sebastião Gonçalves Rosa (PROS), conhecido como kapita, foi eleito presidente da Câmara de Nova Russas por sete votos contra seis da candidata do prefeito Gonçalo Diogo.

Enquanto sobra dinheiro para corromper vereadores, falta dinheiro para:
Material básico no Hospital do município, material de expediente nas escolas da rede municipal de educação, lâmpadas para iluminação pública, carência de poços profundos para abastecimento de água, entre muitos outros.

Com a palavra, o povo do município de Nova Russas.

As informações foram prestadas a esta reportagem pelo Sr. Evandro Paiva, esposo da vereadora Karla Loiola (PC do B).

A Notícia do Ceará

0 comentários:

Postar um comentário

Os Comentários desse Site são de Total Responsabilidade do Visitante !
Seu comentário precisa ter relação com o assunto da matéria, caso contrario será excluído.