terça-feira, 20 de dezembro de 2016

DICAS DE SAÚDE COM LUCAS ROCHA NUTRICIONISTA: Tapioca é melhor que pão?

A tapioca se tornou uma das “queridinhas” das dietas e é bem comum espalhar seus milhões de benefícios em relação à outras fontes de carboidrato, como por exemplo o pão. A seu favor, tem se levantado a bandeira de que é a tapioca é menos calórica, tem melhor resposta a insulina, não contem glúten e leva a uma maior saciedade.

Bom, vamos ao fatos. Primeiro, 100 gramas de tapioca tem cerca de 341 kcal, enquanto 100 gramas de pão tem em torno de 285, o que torna a tapioca ligeiramente mais calórica que o pão.

Quanto a resposta à insulina a tapioca teria um índice glicêmico (velocidade de conversão de um carboidrato em glicose) de 115, enquanto o pão tem índice glicêmico tem torno de 100, logo a resposta ao carboidrato ingerido na tapioca é também maior que a do pão. Ainda falando sobre índice glicêmico, alguns estudos tem relacionado alimentos de alto índice glicêmico com uma menor saciedade, tal fato estaria relacionado com uma maior secreção de insulina, hormônio que sabidamente seria responsável por ativar centros cerebrais relacionados a sensação de fome.


Quanto ao glúten a tapioca de fato é isenta deste composto, já que o glúten está presente em cereais como trigo, cevada, centeio e aveia e a tapioca é feita com farinha de mandioca, entretanto, considerando-se que não haja nenhum tipo de intolerância ao glúten, não há motivo nenhum para se excluir o glúten da dieta.


Uma forma de melhorar a qualidade nutricional destes alimentos seria optar por versões que utilizem cereais integrais, como o pão integral, o acrescentar no preparo da tapioca cereais como aveia, linhaça, chia entre outros ou ainda acrescentar algum tipo de fonte proteica, embora estes acréscimos elevem o valor calórico, melhoram consideravelmente a resposta do organismo ao carboidrato, além de conferirem um maior número de nutrientes a refeição.


Dessa forma, a substituição de pão por tapioca em um plano alimentar não vai trazer os benefícios milagrosos que tem sido espalhados por ai, e ambos os alimentos podem sim fazer parte de um plano alimentar bem elaborado e individualizado, sem quaisquer prejuízos aos objetivos.


Faça sua avaliação com ele.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os Comentários desse Site são de Total Responsabilidade do Visitante !
Seu comentário precisa ter relação com o assunto da matéria, caso contrario será excluído.