terça-feira, 23 de maio de 2017

“As denúncias são gravíssimas, mas nosso compromisso é com o País”, afirma senador Tasso Jereissati

O senador Tasso Jereissati (PSDB) afirmou, em coletiva de imprensa nesta segunda-feira (22), que os trabalhos no Senado Federal continuam e não serão afetados pelos acontecimentos políticos recentes, se referindo à acusação ao presidente Michel Temer (PMDB).

“Diante de vários rumores, amanhã o nosso trabalho na CAE [Comissão de Assuntos Econômicos] e no Senado é normal. O nosso compromisso é com o País. Mostrar que estamos trabalhando normalmente e que os acontecimentos políticos independem do nosso trabalho aqui. O Brasil depende de que nós continuemos a trabalhar”, disse.

A pauta prevista para terça-feira (23) é a leitura do relatório da Reforma da Previdência. O senador destacou a importância da Reforma e da continuidade dos trabalhos para o momento que o País está passando. “Nossa visão é de trabalho. É de dar satisfação ao brasileiro e não deixar esses 14 milhões de desempregados ficarem sem esperança. As coisa podem andar, com certeza vão andar. As denuncias são gravíssimas e vão ter seus desdobramentos à parte. Não significa férias para o Senado e nem recesso para a Câmara”.

Perguntado se o governo teria apoio suficiente para seguir com suas propostas, Tasso disse que, agora, ” a questão não é de governo, a questão é de país”. Segundo ele, a proposta de Reforma Trabalhista está dentro da linha do PSDB. “Não podemos deixar o pais degringolar em função da crise do governo, estamos avaliando separadamente”, concluiu.

Sobre o apoio do PSDB ao presidente Michel Temer, Tasso disse que o partido caminhará junto ao Supremo Tribunal Federal. “O PSDB está vendo isso com muita responsabilidade e cuidado. Nós vamos aguardar a votação do Supremo e do TSE. A nossa visão é de que tudo aquilo que nós fizermos e que venha acompanhado do julgamento das instâncias do judiciário, será melhor e mais consolidado”.

O senador comentou também sobre o requerimento de julgamento da Comissão de Ética contra Aécio Neves (PSDB). Sobre o comportamento do PSDB ele disse que o partido irá tratar o assunto com a mesma serenidade. “Todo ser humano e principalmente um homem com a história do senador Aécio tem direito a sua defesa”, finalizou.

Veja o vídeo:

0 comentários:

Postar um comentário

Os Comentários desse Site são de Total Responsabilidade do Visitante !
Seu comentário precisa ter relação com o assunto da matéria, caso contrario será excluído.