quarta-feira, 27 de setembro de 2017

Pesquisa aponta Ceará como o estado mais violento do país nas taxas de assassinatos

Ceará lidera o ranking de mortes violentas em todo o País. Esta é a conclusão de uma pesquisa realizada pelo site G1 levando em conta os óbitos decorrentes de homicídios, latrocínios, mortes por intervenção policial e suicídios, e faz parte de um levantamento nacional compreendido entre os dias 21 e 27 de agosto último.
Em uma semana, foram registradas, nada menos, que 128 assassinatos no estado, praticamente um por hora, segundo o levantamento estatístico do G1. Em todo o país, foram 1.195 pessoas mortas em 546 cidades, quase 10 por cento do total de municípios brasileiros.

No estado, foram constatadas 10 mortes por cada grupo de 100 mil habitantes, índice considerado altíssimo levando em conta o curto período investigado de apenas sete dias. Os dados reveladores foram obtidos, de acordo com o G1, através das estatísticas publicadas pela a Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS).

Ainda de acordo com a pesquisa, no começo do ano, outros estados, assim como o Ceará, viram “desmontadas” as suas políticas de Segurança Pública. O estudo atribui este fato à rivalidade entre os grupos organizados que se instalaram nas prisões e que têm contribuído para os conflitos diários nos bairros e cidades do estado inteiro. São as facções criminosas que hoje dominam o Ceará.

As facções

A “guerra” entre a GDE (Guardiões do Estado), que está aliada ao PCC (Primeiro Comando da Capital), e o Comando Vermelho (aliado à Família do Norte/FDN) vem produzindo números estratosféricos na estatística dos Crimes Violentos, Letais e Intencionais (CVLIs).

A banalização da violência, como mortes brutais como corpos decapitados, esquartejados e carbonizados – se tornou uma rotina em diversos bairros de Fortaleza e cidades da Região Metropolitana da Capital. A crueldade é a marca das facções na hora de executarem seus rivais.

Segundo dados da SSPDS, somente entre janeiro e agosto (estatística já fechada) o Ceará registrou, nada menos, que 3.235 homicídios. Em setembro, entre os dias 1º e 25, foram mais 386 casos, perfazendo o total de 3.621 assassinatos em menos de nove meses completos.


A estimativa é que o Ceará feche o ano de 2017 com aproximadamente 4.800 homicídios, contra 3.407 em todo o ano de 2016.

Ceará News7

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os Comentários desse Site são de Total Responsabilidade do Visitante !
Seu comentário precisa ter relação com o assunto da matéria, caso contrario será excluído.