segunda-feira, 23 de abril de 2018

Secretaria de Saúde de Santa Quitéria iniciou hoje campanha de vacinação contra Influenza H1N1

A secretaria de Saúde de Santa Quitéria iniciou nesta segunda-feira (23/04) a campanha de vacinação contra o vírus influenza A H1N1, as vacinas foram distribuídas pelos postos de saúde da sede e zona rural e já estão disponíveis à população a partir de hoje.


QUEM DEVE SE VACINAR: 

Crianças de 6 meses ou menos de 5 anos
Idosos com 60 anos ou mais
Gestantes
Mulheres com até 45 dias pós-parto
Trabalhadores da saúde
População indígena
Adolescentes e jovens sob medidas socioeducativas
População carcerária e funcionários do sistema prisional
Professores de escolas públicas e particulares


Quais os sintomas?
A gripe tem como sintomas comuns febre, tosse e dor de garganta, de cabeça e no corpo. A piora da doença pode ser percebida por falta de ar; febre duradoura (mais de três dias); prostração; sintomas gastrointestinais; e dor muscular intensa. A transmissão se dá por contato com secreções das vias respiratórias, que a pessoa contaminada emite ao falar, tossir e espirrar. Diferentemente da gripe, os resfriados são mais fracos, com febres baixas, e não geram complicações. Caso sinta algum dos sintomas de gripe, não tome remédios por conta própria e procure um posto de saúde.

Como me proteger?
A diretora da Vigilância Epidemiológica da Secretaria de Saúde do Distrito Federal, Maria Beatriz Ruy, reforça a importância da higiene, além da vacina: “É importante lavar as mãos; se for tossir ou espirrar, cobrir o nariz e a boca com lenço; não compartilhar objetos de uso pessoal, como talheres, copos e pratos; e se manter em ambientes ventilados”. Além disso, os pais devem evitar levar crianças a aglomerações, pois aumenta o risco de contaminação.

A vacina é segura?
Sim, a vacina é segura e você não vai ficar resfriado quando tomar. Caso esteja com algum sintoma de infecção, aguarde e só tome a vacina quando estiver melhor. E se for do grupo de pessoas com condições clínicas especiais, consulte o seu médico e leve a prescrição dele para a vacinação.

“São muito raros os efeitos adversos”, garante Maria Beatriz, lembrando que algumas crianças podem apresentar irritabilidade após a vacinação. Os efeitos mais comuns são dor, vermelhidão e endurecimento do local da aplicação, que ocorrem em cerca de 15% dos vacinados e desaparecem em dois dias.



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os Comentários desse Site são de Total Responsabilidade do Visitante !
Seu comentário precisa ter relação com o assunto da matéria, caso contrario será excluído.