terça-feira, 24 de abril de 2018

Mês de abril já é o mais chuvoso no Ceará desde 2009

Faltando uma semana para o fim do mês, abril registra 204,2 milímetros de chuva. O volume supera a média histórica — que para o período é de 188 milímetros —, e já é o maior observado na última década. Os números de abril são parciais e são atualizados conforme a Fundação Cearense de Meteorologia e Recursos Hídricos (Funceme) recebe os dados dos municípios. As chuvas até ontem, 22, ficam 8,6% acima da média histórica.

O número compensa parcialmente a frustração das chuvas em março, que ficaram 40,8% abaixo do esperado para o mês. Em fevereiro, as chuvas haviam sido 56,7% maiores que o histórico médio. Fevereiro, março e abril são os mais importantes meses da quadra chuvosa no Ceará. Em maio, último mês do ciclo, as precipitações já têm queda — a média observada é de 90,6 milímetros.

No acumulado de fevereiro a abril, o volume de chuvas registrado no Estado é de 510,6 milímetros, 0,1% acima da média histórica para o trimestre, de 510,1 milímetros. O aumento no volume de precipitações acontece em um cenário de estiagem no Ceará — com cinco anos de seca (2012 - 2016) e um com poucas chuvas (2017).

Na última semana, as fortes precipitações de abril fizeram o Açude Quixeramobim — localizado no município de mesmo nome e que estava em volume morto desde 2014 — atingir o nível de 73,23%. O reservatório tem um histórico conturbado de abastecimento. Sua última sangria havia sido foi em agosto de 2011.
O Povo

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os Comentários desse Site são de Total Responsabilidade do Visitante !
Seu comentário precisa ter relação com o assunto da matéria, caso contrario será excluído.