segunda-feira, 3 de setembro de 2018

A cada 45 minutos, um brasileiro morre vítima de suicídio

Os números são estarrecedores. A cada 45 minutos um brasileiro morre vítima do suicídio. Em todo o mundo, ele mata mais que as guerras. Para reverter este quadro, foi criado o movimento mundial Setembro Amarelo, que é uma campanha de conscientização sobre a prevenção do suicídio.

Iniciado no Brasil pelo Centro de Valorização da Vida (CVV), Conselho Federal de Medicina (CFM) e Associação Brasileira de Psiquiatria (ABP), o Setembro Amarelo realizou as primeiras atividades em 2015. Mundialmente, a Associação Internacional para Prevenção do Suicídio estimula a divulgação da causa, sendo 10 de setembro o Dia Mundial de Prevenção do Suicídio.

O objetivo é alertar a população sobre o problema e mostrar que nove em cada 10 casos poderiam ser prevenidos. A campanha consiste em iluminar ou sinalizar locais públicos com faixas ou símbolos amarelos, além da realização de atividades sobre o tema.

Informações gerais

– A cada ano, mais de 800 mil pessoas tiram a própria vida, o que corresponde a uma taxa de mortalidade de 16 por 100 mil habitantes, o mesmo que uma morte a cada 40 segundos, número que pode aumentar até 2020. (OMS, 2014)

– Na faixa etária entre 15 e 29 anos, o suicídio é a segunda causa de morte. (OMS, 2014)

– 75% dos casos de suicídio no mundo ocorrem em países subdesenvolvidos ou em desenvolvimento. (OMS, 2014)

– 90% dos casos podem ser prevenidos – 90% dos suicidas são portadores de transtornos mentais, muitas vezes não diagnosticados. (OMS)

– No Brasil, a cada 45 minutos uma pessoa morre por suicídio (32 por dia). Ministério da Saúde, 2014.

– O Brasil é o 8º país em números absolutos de suicídio no mundo. (OMS, 2014)

– A taxa (Brasil) subiu de 5,3 para 100.000 habitantes no ano de 2000 para 5,8 em 2012 – aumento de 10,4%. (OMS, 2014)

Estudo realizado pelo IBGE, com coordenação da OMS, na região de Campinas, mostrou que ao longo da vida, 17,1% dos brasileiros “pensaram seriamente em por fim à vida”, 4.8% chegaram a elaborar um plano para tanto, e 2,8% efetivamente tentaram o suicídio. De cada três pessoas que tentaram o suicídio, apenas uma foi, logo depois, atendida em um pronto-socorro (Botega e cols., Rev. Bras. de Psiquiatria, 2005).

Aonde buscar ajuda

Telefone 188. O telefone 188 do CVV é o primeiro número telefônico gratuito, inclusive as ligações por celular, para apoio emocional de emergência para prevenção do suicídio. É uma concessão do Ministério da Saúde ao CVV. Em 1 de julho de 2018 se deu a última fase de expansão e o 188 ficou disponível em todo o território nacional, com antecedência de quase dois anos em relação à previsão inicial.


Repórter Ceará – Folha Vitória (R7)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os Comentários desse Site são de Total Responsabilidade do Visitante !
Seu comentário precisa ter relação com o assunto da matéria, caso contrario será excluído.