quarta-feira, 30 de janeiro de 2019

Saúde orienta profissionais sobre notificação de doenças diarreicas agudas

A Secretaria da Saúde do Ceará (Sesa) orienta os profissionais de saúde em relação à notificação dos casos das doenças diarreicas agudas (DDA), além de atualizá-los sobre prevenção e controle, transmissão, manejo clínico e planos de tratamento. Por meio de nota técnica, publicada nesta segunda-feira, 28 de janeiro, a Sesa faz recomendações aos profissionais que atuam nas Coordenadorias Regionais de Saúde (CRES), secretarias de saúde municipais, hospitais, clínicas, postos de saúde e laboratórios.

As notas técnicas de DDA são divulgadas anualmente pela Sesa.

As notificações devem ser realizadas pelas Secretarias Municipais de Saúde, através de formulários de investigação. Já a Vigilância Epidemiológica municipal deve realizar a busca ativa de casos não notificados nas unidades de saúde e hospitais.
Sobre a doença

A diarreia aguda é uma doença sazonal e é comum ocorrer com mais frequência durante o período das chuvas. Pode ser transmitida por vírus, bactérias ou parasitas. Tanto a mosca como o rato, a barata, formiga e até mesmo o ser humano podem transmitir esses microorganismos. Por isso, a higienização correta das mãos e dos alimentos é fundamental para prevenir a DDA.

Em 2018, foram registrados 307.311 casos de doença diarreica no Ceará. A maior ocorrência foi entre os meses de fevereiro e março, quando foram notificados 84.741 casos. Em 2019, até a Semana Epidemiológica 02, foram registrados 11.106 casos da doença, com redução de 7,7% das notificações quando comparado ao mesmo período do ano passado.


Fonte: Ceara.gov 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os Comentários desse Site são de Total Responsabilidade do Visitante !
Seu comentário precisa ter relação com o assunto da matéria, caso contrario será excluído.