quinta-feira, 17 de outubro de 2019

Ceará mira investimentos em energias renováveis com Atlas Eólico e Solar

Após 19 anos, o Atlas Eólico e Solar do Ceará enfim será lançado. A primeira versão do documento, datada de 2000, trazia apenas informações sobre os ventos do Estado. Agora, a publicação será “híbrida”. A ideia é pautar os investidores interessados em aplicar recursos na construção de parques voltados à produção de energia limpa. O lançamento ocorrerá no próximo dia 22, na sede da Federação das Indústrias do Ceará (Fiec).

Em maio, durante a feira Brazil Windpower, o Ceará apresentou alguns números importantes. De acordo com o documento, o Estado tem potencial onshore (na costa) de 94 GW de energia. No caso da geração offshore (afastado da costa), esse valor passa para 117 GW – com plataforma adentrado até 50 quilômetros do litoral e com profundidade de, no máximo, 20 metros. Com a atualização, as capacidades onshore e offshore subiram 53% e 62% se comparado com a medição do Atlas de 2000.

Ao todo, o Ceará será dividido em três grandes áreas, com destaque no litoral para a eólica (incluindo apenas as perspectivas de novos empreendimentos) e no Interior para a solar.

O documento foi feito com base na parceria entre a Fiec, Sebrae e Agência de Desenvolvimento do Ceará (Adece). Será publicado em inglês e português para facilitar a análise de investimentos. Terá versão on-line (site) e suporte para smartphones (versão Android).


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os Comentários desse Site são de Total Responsabilidade do Visitante !
Seu comentário precisa ter relação com o assunto da matéria, caso contrario será excluído.