sexta-feira, 17 de janeiro de 2020

Novo equipamento da Pefoce ajuda a identificar bebidas falsificadas no Ceará

Falta de ar, convulsões, cegueira, dependência química e até morte. Tudo isso pode ser consequência do consumo de bebidas falsificadas ou adulteradas. Visando identificar de forma mais rápida se houve fraude nos produtos, a Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS) adquiriu um novo equipamento para uso da Perícia Forense do Estado do Ceará (Pefoce).

Segundo a Pefoce, o equipamento portátil Espectrómetro Raman analisa por meio de raio laser e é capaz de identificar componentes de substâncias químicas, como, bebidas alcoólicas, combustíveis, drogas e explosivos. O perito criminal da Pefoce, Túlio Oliveira, afirma que sem o aparelho não era possível identificar preliminarmente qual o teor majoritário e quais as três substâncias mais importantes dentro do material apreendido pela Polícia.

O perito destaca que "se a população tiver alguma suspeita, como ausência de selos, falta do controle de qualidade, deve procurar imediatamente o distrito policial para que os policiais apreendam esta bebida e encaminhem até a Pefoce para constatar se houve ou não o processo de adulteração ou falsificação das bebidas".

Diário do Nordeste

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os Comentários desse Site são de Total Responsabilidade do Visitante !
Seu comentário precisa ter relação com o assunto da matéria, caso contrario será excluído.