quarta-feira, 29 de janeiro de 2020

Placa com padrão Mercosul começa a ser adotada no Ceará em fevereiro

O novo padrão para as placas de veículos no modelo do Mercado Comum do Sul (Mercosul) passa a vigorar no Ceará na próxima segunda-feira (3). A medida segue regulamentação do Departamento Nacional de Trânsito (Denatran). A identificação atualizada deve ser feita nos veículos com primeiro emplacamento, em caso de transferência de município, mudança de categoria, roubo, furto ou algum dano na placa. Veículos já emplacados que não se enquadrem nesses casos não precisam mudar de placa.

Para o procedimento, o dono do veículo deve ir a uma unidade do Departamento Estadual de Trânsito do Ceará (Detran-CE) para emissão, pagamentos das taxas e recebimento da autorização. Só depois disso é possível ir à estampadora para a colocação das placas.

Os proprietários são orientados a pesquisar o melhor valor entre as empresas credenciadas - já que não há uma tarifa padrão. No Ceará, estão credenciadas oito empresas estampadoras, que produzirão a placa.

Aqueles veículos que não estão no grupo de obrigatoriedade podem permanecer com o modelo cinza de placa até o fim da vida útil do veículo. A grande dúvida a ser retirada é que, para quem tem a placa atual e não efetiva mudança de município ou de estado, não há nenhuma necessidade de efetuar a troca.

Quem, mesmo sem a obrigatoriedade, quiser atualizar o emplacamento deve fazer o processo a partir do dia 2 de março em qualquer unidade do Detran-CE.

Diário do Nordeste

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os Comentários desse Site são de Total Responsabilidade do Visitante !
Seu comentário precisa ter relação com o assunto da matéria, caso contrario será excluído.